Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tua Imagem em Mim

Quarta-feira, 17.06.09

    298A.jpg 298A image by thiago0105

 http://media.photobucket.com/image/tua%20imagem%20no%20espelho/thiago0105/298A.jpg

 

 

(ficção)

 

Olha para mim... sem sorrir...

Quero fixar teu rosto no meu.

E um dia se resolveres partir,

não deixes recado teu,

nem precisas dizer adeus,

tua imagem está comigo...

 

E sempre que me olhe ao espelho,

é teu rosto que eu vejo,

é teu rosto que eu acaricio,

e quem sabe, te roube um beijo,

sendo um beijo figurativo,

mas tua imagem está comigo...

 

Ah este amor que me consome,

que me definha a todo o momento,

e não vejo vivalma que me tome,

que me altere o pensamento...

Oh deusas do sonho, do amor,

chega...já tenho minha dose...de dor...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:38


8 comentários

De manu a 17.06.2009 às 21:38

Amigo Alex!

Lembro-me de ter dito um dia
que aqui se fazia boa poesia
e na altura não me deu razão
agora que aqui volto, que vejo?
um poeta que expressa desejo
e poetiza com grande elevação

É muito bom regressar para junto de quem sente a poesia desta forma. Um forte abraço.

De Alexandrino Sousa a 17.06.2009 às 22:45


Amigo Emanuel,

E lembra-se muito bem, mas continuo a pensar que sou alguém que gosta de escrever e que se sente muito motivado pelos Amigos.
Também eu digo Amigo, que é bom ter de volta os seus comentários.

Grande Abraço
Alex

De SweetDreamer a 17.06.2009 às 22:07

Alex,eu porto-me sempre bem,aquela loira feia é que não :D
Amei o poema...Bem que coisa rara...Pergunto-me qual é o poema teu que eu não gosto :D
Mete amor,pronto,eu gosto logo xDD
Beijinhos*

De Alexandrino Sousa a 17.06.2009 às 22:48


Olá Carine,

És uma Boa Menina e estragas-me com teus elogios.
Obrigada pelo carinho.
Quanto à loira, não te preocupes, se calhar é falso ()

Beijinhos
Alex

De rosafogo a 17.06.2009 às 22:13

De tanto recordar já me esqueço
Mas pudésse eu tirar do coração!?
O Amor passou! Como me entristeço!
Neste Outono, já amareleceu meu chão.

Faz tanto tempo, que importa?!
Se tudo em mim , espera por ti?!
Sómente a morte será a porta
O sinal visível que te perdi.

O que o Amor faz de nós?!

Beijinho Alex, tudo bom
Natalia



De Alexandrino Sousa a 17.06.2009 às 22:54


Amiga Natália,

Palavras tristes, mas por certo só nos versos...O Amor não pode ter passado, pois ele existe sempre, seja na pessoa (s) que se ama, seja numa flor, seja no divino..Acho que morreremos um dia, mas amando....

Beijinhos
Alex

De green.eyes a 18.06.2009 às 08:12

Mas se essa deusa do sonho tardar ...
e a do amor por ai quiser ficar .
Porque não aproveitar...
e com alguém esse amor compartilhar.
Tudo na vida tem o seu tempo,
e se o tempo agora é de dor...
tempos houve que foi de louco amor...

Beijinhos

De Alexandrino Sousa a 18.06.2009 às 18:15


Oh Ana, como tu sabes dizer coisas bonitas...

Apesar de o texto ser "ficção", esperamos sempre dias melhores...Mas, sim, tens razão..houve tempos.....


Alex

Comentar post