Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Valor da Inocência

Segunda-feira, 20.07.09

 

 

 

http://blog.estadao.com.br/blog/media/Nissan_Micra_C+C%20002.jpg

 

 

 

O mar tem sempre seu encanto

pode chover ou até estar vento

ou calor que nos impele para água

o mar tem sempre chamamento

Lembro nossos tempos de namoro

os beijos escondidos no carro

promessas de amor eterno

O mar tudo ouviu e de nós sorriu

sabia que tudo era passageiro

E mesmo no momento derradeiro

em que dizias que eu era o primeiro

o mar novamente sorriu

o mar sabia que alguém mentiu...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:57


11 comentários

De Marta a 22.07.2009 às 11:41

Amigo,

E quem não se lembra dos namoros á beira mar?
Irra que agora fiquei saudosista

Beijinhos

De Triskel a 22.07.2009 às 21:12

Olá alex,
E quando o mar sorri para nós?
quando o mar nos abençoa? mesmo que seja só naquele momento...depois o tempo passa... e então a mentira surge... como dizes no teu belo poema. Está realmente bonito e saudosista... agora recuei uns bons anos... ehehehehe
Sempre morei perto do mar...portanto até há bem pouco tempo ele sorria para mim...

Beijos

Breizh

Adoro o mar...

De Alexandrino Sousa a 22.07.2009 às 21:49


Olá Breizh, como vais?

Não sei se notaste por aquilo que vou escrevendo, mas moro relativamente perto da praia (10-12 min a pé). Eu adoro o mar e toda aquela envolvência (água, rochedos, muita areia, as ondas, a linha do horizonte....). Sempre desejei ter casa perto da praia, mas o mais perto é por aqui...Conheci e amei meninas è beira mar...sonhei muito perto do mar...se calhar também levei minhas mágoas até o mar....
Enfim, se calhar é como dizes...o mar também deve sorrir para mim...

Beijinhos e fica bem
Alex

De Triskel a 22.07.2009 às 23:31

É claro que o mar sorri ...

Beijo

Breizh

De daplanicie a 22.07.2009 às 22:21

Um poema algo melancólico, ou entendi mal? Espero que seja uma fase passageira.
Beijinho

De Alexandrino Sousa a 22.07.2009 às 22:54


Luz,

há sempre um pouco de melancolia em tudo o que escrevo...até parece sina...

Beijinhos
Alex

De Dolce Vita a 23.07.2009 às 01:13

Boa Noite Alex,

Até que ponto, temos a verdade que desejariamos, o porquê de tantas mentiras ... na nossa vida, deixo a pergunta no ar!
Fará parte da condição humana?!
Beijinho Amigo

Como sempre, está lindo!!! Os meus parabéns!!!!

De Alexandrino Sousa a 23.07.2009 às 20:50


Olá, como vais?
Obrigada pelo carinho, mas é como dizes, se calhar faz parte da condição humana, omitir ou mesmo mentir em determinadas situações. Quem de nós nunca faltou à verdade em algum momento??

Beijinhos e fica bem
Alex

De rosafogo a 24.07.2009 às 14:43

Gostei muito deste!
Passo atrasada, mas como gosto de ler tudo, nada me escapa, aqui estou a comentar este poema, sobre os tempos de namoro, gostosos e que é já tempo de saudade. Brevemente tiro um meu lá do fundo da gaveta sobre este tema, que eu acho delicioso e partilho.

beijinho
natalia

De Alexandrino Sousa a 24.07.2009 às 19:45


Natália,

Como sempre um comtário de Amiga, com muito carinho.

Obrigada e fico à espera de ler um seu

Beijinhos e Bom Fim De sEmana
Alex

Comentar post