Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Vida e o Sonho

Quinta-feira, 17.09.09

 

 

 

http://estudoreligioso.files.wordpress.com/2008/11/sonhos-portoamor-top.jpg

 

Abro meu livro da vida,

página a página,

letra a letra, cada sílaba,

tentando interpretar meus sonhos,

meus desejos mais recônditos...

E fico sem respostas...

As páginas não têm respostas...

As letras nada dizem,

e meus sonhos são impenetráveis,

como insondáveis

são meus desejos...

Abri meu livro da vida

sem nada conseguir ler,

nada entender...

Os sonhos...esses, dia a dia vão nascer...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:16


9 comentários

De mafalda-momentos a 17.09.2009 às 22:22


E já que me intrometi...
Venho visitar aqui também.
Bonito poema.
É verdade que as "páginas" não têm respostas.
Eu penso que as respostas estão em nossos corações, ou na nossa razão.
Os sonhos nascem e realizados ou não, vivem-se pelo menos em nossa imaginação.
Imaginação que alimenta a vida e nos deixa um doce sabor.

De Alexandrino Sousa a 17.09.2009 às 23:08


Olá Mafalda,

Obrigada pelo carinho. E com palavras sábias também..." Eu penso que as respostas estão em nossos corações, ou na nossa razão.
Os sonhos nascem e realizados ou não, vivem-se pelo menos em nossa imaginação. Imaginação que alimenta a vida e nos deixa um doce sabor."...muito bonito de ler
Obrigada

Beijinhos
Alex

De Nela a 17.09.2009 às 23:24

Amigo,

Com tanta coisa bela, esse teu livro tem que ter em algum lugar, algum tempo, nem que seja uma frase, numa página, que faça com esses sonhos sejam a realidade da tua vida!!!
Esse dia vai chegar ...
Beijinhos
Nela

De Alexandrino Sousa a 18.09.2009 às 18:32


Olá Nela,

Não sei se será assim como dizes, mas não há como ter esperança

Beijinhos AMiga e Bom fim de semana
Alex

De MissAna a 18.09.2009 às 00:11

Só conseguimos interpretar as coisas na nossa vida em determinados momentos em que somos impelidos a isso, caso contrário o livro da nossa própria vida é nos desconhecido e impenetrável... Comigo acontece que só muito mais tarde consigo perceber o porque de certas coisas... é assim, é a vida!

De Alexandrino Sousa a 18.09.2009 às 18:30

Ana,

ainda bem que não se passa só comigo...Cheguei a pensar que estas coisas de introspecção tinham porta e nº certo (o meu...)

Beijinhos e Bom fim de semana
Alex

De sonhardenovo a 18.09.2009 às 10:27

Olá Alex!

Obrigado pelos miminhos!

O poema está lindo! Também eu, ao olhar para o livro da minha vida, e, tento desvendar os sonhos que um dia escrevi....

Beijinhos :)

De Alexandrino Sousa a 18.09.2009 às 18:36


Olá Sandra.

Em primeiro lugar não tens de agradecer
Em segundo, obrigada pelo carinho. E quanto a teus sonhos, se forem bons (porque mereces), um vais desvendar sim...

Beijinhos
Alex

De blogando-me1 a 18.09.2009 às 16:01

Image

Bom fim de semana

Bjs fofos

Comentar post