Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



NUNCA É TARDE....

Quinta-feira, 01.10.09

 

 

 

 

(ficção)

 

Sente-se medo no ar...

Cada passo é dado milimetricamente...

cada sussurro... entre a língua e o dente...

a sombra foge da própria sombra...

e o olhar finge nada ver...

O caminhante pára para perceber,

não consegue descortinar,

o que estará a acontecer,

mas sente que há medo no ar...

Aqui e ali, notas soltas, recados,

ou mesmo tentativa de apanhados,

do que alguém sabe e não diz...

Incólume e sereno, figura erecta

como que caçando perdiz,

ei-lo, ajustando a pontaria certa,

colocando os pontos nos "is",

"guiando" o comboio nos carris...

 

(espera-se não encontrar passagens de nível sem guarda)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 22:01


2 comentários

De mafalda-momentos a 03.10.2009 às 02:00

Alex
É que eu sou mesmo "tansinha"!
Não é que só hoje descobri este teu outro blog?
Palavra, às vezes parece que não sou deste mundo de tanto que não enxergo.
Isto tudo fruto de tão precipitada que às vezes sou.

Boa essa tua Assembleia.
Beijo

De Alexandrino Sousa a 03.10.2009 às 14:44



Mafalda...fizeste-me rir...

Não eras obrigada a conhecer este meu espaço...(é um espaço mais intimista...). E qual é a tua opinião??
Sobre a assembleia como lhe chamas, tem a ver com alterações que se estão a "cozinhar" na empresa, e muita gente tem receio de perder pelouros (o que felizmente a mim não diz respeito)

Beijinhos
Alex

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.