Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Parecer e não SER

Segunda-feira, 12.10.09

 

http://sitedepoesias.com.br/imagens/poemas/31223.jpg

 

Hoje queria ser diferente,

mostrar a mim mesmo,

que conseguia ser gente,

fazer o que tanto gosto,

a escrever eu aposto,

sendo para outros indiferente.

 

Mas não, não consigo,

o engenho não está aqui,

e até sinto que corro perigo,

de minha cabeça dar o nó,

e assim, mesmo com dó,

vou "pregar" para longe daqui...

 

Não, não me levem a mal,

meu coração não tem alegria,

meu braço treme e se arrepia,

e o resultado final é banal...

Versos em forma desigual,

outros em rima quase mortal...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:40


2 comentários

De Nela a 12.10.2009 às 22:58

Boa noite Alex,

Quando fores para outra freguesia, será daqui para o livro publicado, porque cada vez está melhor!!!!
Acho lindo, poesia, verso e rima e será imortal
Está com tudo, sim senhor!
Beijinhos

De Alexandrino Sousa a 13.10.2009 às 21:59

Nela,

como sempre a Amiga generosa e querida em tudo o que é comentários...Agradeço-te por isso mais uma vez...Quanto ao resto, terei muito de aprender ainda

Beijinhos
Alex

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.