Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



RUMOS

Terça-feira, 27.10.09

 

http://www.interarteonline.com/Lucemar_de_Souza/Altas/Despedida.jpg

 

Faz tempo Amor...

faz tempo que não existes em mim,

que partiste,

que sorriste,

ao dizer-me adeus...

 

Faz tempo Amor...

que eu já não sou quem era,

que te idolatrava,

que te amava,

como nunca amei ninguém...

 

Faz tempo Amor...

que deixei de me ver ao espelho,

que envelheci,

quase morri,

quando no mundo me vi só...

 

Faz tempo Amor,

que o tempo

era o meu tempo,

e eu era o sedutor...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:02


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.