Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Desejo

Terça-feira, 03.11.09

 

 

 

http://gerlandy.files.wordpress.com/2007/05/donna_e_serpente2.jpg

 

Deixa-me deslizar em teu corpo

como o mel em minha garganta

doce sabor, espesso seu manto

e poro por poro, em cada canto

deixar marcas, rastos do desejo

 

e no tocar dos lábios, num beijo

numa busca serpenteante de tua língua

a ousadia de no olhar me despires

e eu sinto-me usado, à mingua

de teu corpo, para o meu possuíres

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 19:56


6 comentários

De Breizh da Viken a 03.11.2009 às 21:31

Wow... Alex...

Que sedutor...
Gosto deste tipo de registo poético!

Parabéns!


bjs

De Alexandrino Sousa a 03.11.2009 às 21:59


Olá,

penso que tive uma boa professora

Alex

De Nela a 03.11.2009 às 23:30

Boa noite Alex,

Deixas-nos outro lindo poema, desta vez o AMOR.
Não é fácil escrever o Amor, meu Amigo.
Escreves o AMOR com uma intensidade, arrepia.
Muito belo Alex!
Beijinhos





De Alexandrino Sousa a 04.11.2009 às 21:00


Olá Nela, Quanta amabilidade em tuas palavras.

Obrigada pelo carinho

Beijinhos
Alex

De green.eyes a 04.11.2009 às 12:35

Alex, mas que sensualidade ... adorei .

Boa semana para si e não se esqueça que este mês temos festa ... vai ter que pagar algo ao pessoal.

Beijinhos

De Alexandrino Sousa a 04.11.2009 às 21:09

Ana,

Não esqueceste?? Aposto que já nem lembras do dia, e do presente por mim tão desejado.....

Pois se vamos ter festa, os convidados é que levam os presentes, não é??

Beijinhos e obrigada pelo carinho
Alex

Comentar post