Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



AUTO RETRATO

Quinta-feira, 03.01.08

                                                                                                                                 

                                 

Auto retrato

 

 

Olho para o espelho

E o que vejo ??

“mil anos” passaram

e te curvaram...

os cabelos rareando,

as rugas te marcando...

Mas teu olhar...

Sim, teu olhar permanece

Calmo, doce, azul...

E se teu corpo padece,

Teu coração continua “fool” !

 

Amas, há como tu amas

Loucamente...

Te entregas quantas vezes

Precocemente...

 

Olho para o espelho

E o que vejo ??

 

Não sei se tenha pena

Ou se siga em frente...

Se com minha mão

Rude, carente,

Qual golpe fulminante

Em mil cacos te transforme...

 

Espelho meu, espelho meu,

Para quem sorri, e te fiz “falante”,

Qual acto de magia

Me “deforma”,

Se possível me molda

Á imagem que guardo dentro de mim...

Imagem sem tempo,

Imagem sem fim....

                         

                                                                                                                                                                   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:22


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.