Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Verde...

Quinta-feira, 11.02.10

 

 

https://1.bp.blogspot.com/_RxHw5MSHA_g/Scqn6FopeRI/AAAAAAAAAwA/Rt0cV6g1Wy0/s400/verdes+campos.jpg

 

Verdes...ousariam ser meus sonhos

na alvorada da vida

Verde...é o meu ser errante

em busca da fé adormecida

Verdes...são meu olhos

na beleza perdida

Verde...é este mar imenso

sem fim e sem medida

Verde...é a cor da Primavera

das folhas e da esperança

da minha vida de quimera

que meus sonhos não alcança

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:54


11 comentários

De Diana V. a 21.02.2010 às 16:00

Amigo,

O verde inspira a calma, a esperança e a vida em esplendor...
O teu poema verde fez-me sorrir...

Beijos&Quimeras

De Alexandrino Sousa a 01.03.2010 às 22:57

Querida Diana,

O meu verde, será quimera, utopia, ilusão??

Ainda bem que te fiz sorrir

Beijinhos
Alex

Comentar post