Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Hora da Partida..

Sábado, 20.03.10

 

http://lh6.ggpht.com/_j8MXD05B090/Scfs0e5BOxI/AAAAAAAAAEo/OaWiEv-365Y/anjo001.jpg

 

O corpo pede, a mente exige

o fim da dor, do sofrimento,

o martírio de ter de esperar,

que o tempo apague o tempo

que este tempo nos quis dar...

 

Nascemos, crescemos,

até que um dia morremos,

sem querer, ou por muito querer,

pela impotência do nosso ser...

(Como queria ser Anjo ao nascer...)

 

   (...porque Amigo de família está esperando a partida...)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:18


2 comentários

De Nela a 24.03.2010 às 18:51

Olá meu querido Amigo,

É lindo o Poema que nos deixas, mas muito triste ...
Alex, é certo que sabemos que um dia vamos partir, mas o que é também certo é que apesar de sabermos que isso é tão certo, o que é um facto é que nos custa imenso aceitar esse fim (será fim?) para os nossos mais queridos e até nós mesmos
Mas não estaremos a ser um pouco egoistas, quando há sofrimento?
Não sei deixo a pergunta no ar?
Um beijo com muito carinho meu Amigo
Que estejas bem

De Alexandrino Sousa a 24.03.2010 às 19:18

Querida Amiga,

hoje foi o funeral da pessoa de quem falo. O sofrimento traz sempre dor, mas pelo que dizem. nas doenças más esse sofrimento é terrivel...será que vale a pena sofrer tanto assim??
Beijinhos AMiga
Alex

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.