Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Acto de Criação

Sexta-feira, 26.03.10

 

 http://acabar.no.sapo.pt/MGangelo.jpg

 

 

Procuro meu acto de criação,

meu momento fiel e intimo

onde páginas se viram,

onde palavras nascem, se agigantam,

onde meu ser entra em ebulição.

 

E esse momento, não tem tempo,

horas, minutos, segundos,

não tem do tempo a noção,

de quão vil é a resignação

sempre que criar não é o momento...

 

Peço-te tempo do meu tempo,

o engenho, a arte de criar,

a liberdade de em frases voar,

como se o céu fosse o limite,

e o azul eterno, o paraíso...

 

Ondas de angústia, de tristeza,

coração penoso, triste balançar,

dai-me asas de imaginação,

momentos solenes de criação,

estado de alma a cicatrizar...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:45


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.