Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BOTÃO DE ROSA

Quinta-feira, 15.05.08

 

Talvez não saibas

(ou não queiras ver),

teu corpo de mulher

brotar para a vida.

Teu rosto, antes de menina,

se moldou,

se aperfeiçoou,

ganhou formas serenas...

 

Teu cabelo,

teima em contornar teu rosto,

e seu ondulado, belo,

macio,

escondem quantas vezes o vazio

no fundo de teus olhos.

 

Mas teus sorriso

meigo, sereno,

qual sopro ameno,

me faz bem,

me leva a outro mundo,

me lembra também

tempos que já não voltam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:24