Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Banco de Jardim

Sexta-feira, 24.09.10

 

http://aminus3.s3.amazonaws.com/.jpg

 

Um banco de jardim é meu poiso,

onde adormeço, onde sonho,

onde descansam as gaivotas...

Aqui analiso quem passa,

os velhos que por ali deambulam,

as mulheres em pose de engate...

Tudo daqui se vê, se pressente,

quem diz verdade...quem na verdade, mente...

Os bancos de jardim sabem coisas,

segredos contados na primeira pessoa,

companheiros inseparáveis na solidão...

E há um velho que triste passa,

olha-me, e a medo pergunta:

Dás-me lume?

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 23:11


2 comentários

De magnolia a 25.09.2010 às 09:18

Vamos publicar???? :)))))))

Bom fim-de-semana amigo Alex!

Beijinhos

De Alexandrino Sousa a 25.09.2010 às 22:10


Amiga Claudia, mais uma vez me fizeste sorrir...

Não tenho o dom que tu tens em escrever tanto e tão bem, palavras tuas mas que dirão tanto a tantas pessoas. Eu gosto de escrever um pouco do que vai dentro de mim, nada mais...Mas gostei...

Beijinhos
Alex

Comentar post