Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Banco de Jardim

Sexta-feira, 24.09.10

 

http://aminus3.s3.amazonaws.com/.jpg

 

Um banco de jardim é meu poiso,

onde adormeço, onde sonho,

onde descansam as gaivotas...

Aqui analiso quem passa,

os velhos que por ali deambulam,

as mulheres em pose de engate...

Tudo daqui se vê, se pressente,

quem diz verdade...quem na verdade, mente...

Os bancos de jardim sabem coisas,

segredos contados na primeira pessoa,

companheiros inseparáveis na solidão...

E há um velho que triste passa,

olha-me, e a medo pergunta:

Dás-me lume?

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 23:11


1 comentário

De magnolia a 25.09.2010 às 09:18

Vamos publicar???? :)))))))

Bom fim-de-semana amigo Alex!

Beijinhos

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.