Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sem Rumo

Sábado, 08.01.11

 

https://1.bp.blogspot.com/remos.jpg

 

Sem nada marcado, sem compromisso,

encontramo-nos no cais da vida,

ancoragem para barcos sem rumo,

para passageiros à deriva...

 

Entramos, sem destino definido,

sem palavras de ocasião...

 

Pegas a medo minha mão,

e olhamos o futuro perdido,

olhos nos olhos...no ar, a questão,

será que tudo faz sentido??

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 18:16


2 comentários

De sonhardenovo a 09.01.2011 às 00:30

Assim não dá!!! Tinha acabado de fazer o comentário, clico para publicar o dito comentário, quando verifico que a minha net foi abaixo!!

Bem, deixa-me cá ver se consigo voltar a escrever o que tinha escrito:

Nem tudo na vida faz sentido! E importa que as coisas façam sentido? Importante são os momentos vividos nesse cais... importantes são os sentimentos... que ás vezes também não têm qualquer sentido...

Belo poema!!

Beijinhos =) ph SR. do facebook!!! lol

De Alexandrino Sousa a 09.01.2011 às 11:06

Olá Sandra,
Sr do facebook?

fizeste-me rir. Mas tens razão,a dúvida sempre existirá, mas o importante serão os momentos que se tenham vivido.
Aproveito para te desejar suceso nos teus exames

Beijinhos
Alex

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.