Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tua Mão...

Segunda-feira, 28.02.11

 

 

Dá-me tua mão...

suavemente deixa-te levar

como se eu fosse o destino,

o início e o fim de teu caminho...

Deixa-te levar,

deixa-te embalar

ao som de música só para nós,

tocada por instrumentos sem voz,

mas vinda do coração...

Na tua mão, a minha mão,

a segurança, um querer maior,

a certeza de uma união

correntes seladas ao amor..

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:41


2 comentários

De Nela a 28.02.2011 às 23:59

Olá Alex, meu Amigo,

Tinha saudades de desfolhar o teu livro "azul", azul do céu, do mar, da tua, da nossa poesia, que nos ofereces e que nos embala o coração, o espirito.
Alex, há muito que não passava por aqui.
É verdade meu Amigo, a doença da minha mãe, tirava-me todo o tempo e passei com ela, quase ininterruptamente, adoeci também e por isso estive mais de perto até ela partir meu amigo.
Agora é uma luz a iluminar-me e a dar-me forças que teimam em não chegar como eu queria.
Mas já é bom, já consegui retomar a minha leitura deste livro, lembras tinha ficado de "oferecer a esferográfica" para não parares e não paraste, pelo menos voltei e aqui estão os teus poemas mais lindos que nunca Alex.
Obrigada por continuares com a tua poesia, dá-me força nesta hora.
Um beijinho para ti meu Amigo

ps. o meu email n tá a funcionar se quiseres escrever manda para o endereço do msn Amigo

De sonhardenovo a 06.03.2011 às 11:29

Olá Amigo Alex!!~

Como estás?

Belo poema... duas mãos que selam um compromisso, duas mãos que juram amor, amizade, compreensão, mútuo respeito, recíproca cumplicidade...

Os gestos são tão ou mais importantes que as palavras....

Beijinhos =)

Comentar post