Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



DUAS FACES

Terça-feira, 16.09.08

         

                                (da Net)

 

Olho-me ao espelho e não me reconheço...

Na outrora doçura deste olhar

meigo, doce, penetrante cativar,

nasceram marcas, sulcos profundos

que o tempo vai vincando em todos os segundos...

 

Olho-me ao espelho e não me reconheço...

Em meus olhos o verde de traição,

e por vezes o azul do coração,

mas a doçura, a ternura, a paz,

ficaram dentro de mim...aqui jaz.

 

Olho-me ao espelho e não me reconheço...

E no entanto sei que podia mudar...

Alma gémea que vagueias neste mar,

te procuro, preciso teu doce encanto

para acalmar meu ser...meu pranto...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 21:28

PERDIDO

Terça-feira, 16.09.08

 

 

                                        (  da   Net  )

 

Sinto-me perdido nesta selva da vida

onde corremos atrás do nada, não tem saída,

é um mundo que não é o meu,

nada me diz, tudo é escuro como breu...

 

Sinto-me perdido na multidão,

e penso, procuro a razão

desta encruzilhada,

deste nó cá dentro, vida amputada..

 

Aperto minha cabeça entre estas mãos

que já foram de paz, e vêm-me pensamentos maus

de raiva, de dor, quase loucura,

fazer justiça...fazendo tortura...

 

Que fazer? que fazer no meio do nada

onde só vejo uma saída, uma estrada,

salpicada de sangue, gritos de dor,

senão me entregar ao horror ??

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 21:01