Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Apenas um recado....

Segunda-feira, 22.06.09

 

https://1.bp.blogspot.com/_qpEXFBjLpYM/SEVdNi5PbqI/AAAAAAAAAIQ/K5vp0T9UOsE/s320/carta+de+amor.jpg

 

 

(ficção)

 

Mandaste-me um recado

pretensa carta de amor

li tudo ao pormenor

li, reli, sei de cor,

dizes que tudo está acabado

 

E as lágrimas ao cair

deixam marcas no rosto

e tal é o desgosto

como o fim do dia no sol posto

que sinto as forças fugir

 

Mandaste-me um recado

e eu vou responder

assim que me erguer

assim que meu coração quiser

que entre nós tudo é passado....

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:00

O Pôr do Sol na Minha Terra

Domingo, 21.06.09

             

Não me levem a mal, mas quis provocar-lhes um pouquinho de inveja, com estas fotos retiradas hoje mais ou menos pelas 21 horas aqui mesmo numa praia de Gaia, (o mar até parece um rio....). A sequência é mesmo esta, com o sol a pôr-se num espaço de tempo de 20 min. Digam-lá, isto não é um paraíso??

  

                  

 

                   

 

                  

 

                   

 

                   

 

                  

 

                  

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 23:52

Tarde de Verão

Domingo, 21.06.09

https://1.bp.blogspot.com/_2MM-3a1YMkw/SVAT6rXdXqI/AAAAAAAAA6w/ubIOCbZUt_E/s320/vento_02.jpg

 

(ficção)

 

Sinto tua ausência neste silêncio

e tudo se torna mais sombrio

por onde andas nesta tarde quente

quem te obrigou a estares ausente

quem te arredou de meu caminho??

 

Leio, escrevo, tento disfarçar

tento de alguma forma inventar

mas tu estás em meu pensamento

estás comigo a todo o tempo

que fazer para te encontrar??

 

Quanta saudade de ti

de nós, nossos momentos

parece que o mundo nos abandonou

e nos quer ver sós, sem sentimentos

queria tanto te ter aqui...

 

Tantos planos fizemos,

juras de amor nas árvores escrevemos

e o tempo teima em guardar

o  que já não existe

tu nunca mais vais voltar...

 

Quanta saudade de ti

de nós, nossos momentos

parece que o mundo nos abandonou

e nos quer ver sós, sem sentimentos

queria tanto te ter aqui...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 16:07

Beyonce - Halo (Official Music Video)

Domingo, 21.06.09

 

 

Remember those walls I built
Well Baby they are tumbling down
And they didn't even put up a fight
They didn't even make a sound
I found a way to let you in
But I never really had a doubt
Standing in the light of your halo
I got my angel now

It's like I've been awaken
Every rule I had to break
It's the risk that I'm taking
I ain't never gonna shut you out

Everywhere I'm looking now
I'm surrounded by your embrace
Baby I can see your halo
You know you're my saving grace
You're everything I need and more
It's written all over your face
Baby I can feel your halo
Pray won't fade away

I can feel your halo
I can see your halo
I can feel your halo
I can see your halo

Hit me like a ray of sun
Burning through my darkness night
You're the only one that I want
I got addicted to your lie
I swore I'd never fall again
But this don't even feel like falling
Gravity came again
To pull me back to the ground again

It's like I've been awaken
Every rule I had to break
It's the risk that I'm taking
I'm never gonna shut you out

Everywhere I'm looking now
I'm surrounded by your embrace
Baby I can see your halo
You know you're my saving grace
You're everything I need and more
It's written all over your face
Baby I can feel your halo
Pray won't fade away

I can feel your halo
I can see your halo
I can feel your halo
I can see your halo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 15:21

Só o Céu e o Mar...

Sábado, 20.06.09

         

http://www.portugalemgrande.com/files/images/P%C3%B4r%20de%20Sol%20-%20Zambujeira%20do%20Mat.preview.jpg

 

 

20:30 horas... Tempo para relaxar depois de  um dia extra de trabalho. Como já é habitual, o meu passeio pela beira mar, e muitas das vezes parar um pouco numa esplanada qualquer, desde que próximo do areal e sem pressas, tomar o meu café.

 

Mas hoje foi especial...A temperatura ambiente muito amena, sem brisa, o pôr do sol, e com este a "correr" já para "outro lado", os raios laranja no céu...

O mar, em maré vaza se espraiando pela areia,  e só este ruído se ouvia, para além de algumas crianças correndo no areal...

 

A meu lado, um grupo de espanhóis (talvez umas vinte pessoas), sorrindo e tagarelando, parecendo felizes e se calhar em férias...

 

Este cenário que acabei de "pintar", era a paisagem que gostaria de ter diariamente nesta altura do ano, mas infelizmente mais dia menos dia, temos as nortadas, manhãs de nevoeiro, dias incertos...

Hoje, a minha praia era das melhores praias do país, e que em momento algum, trocaria por qualquer praia do Algarve, ou do Alentejo (apesar de eu gostar muito desta zona).

Hoje, a minha praia seria cenário de romance, de paixão, de promessas de amor, seria uma fotografia para mais tarde recordar....

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:41

Não ao betão...

Sexta-feira, 19.06.09

  

https://1.bp.blogspot.com/_mQ9NG8lfGTc/SCco41-JQlI/AAAAAAAAAAU/J9CzMhkClV8/s400/lisboa.1.jpg

 

 

Finjo nada ver e corro sem direcção...

E na correria, louca  tenho certeza,

"atropelo" a gente, o que vem à mão,

mas sigo em frente...

Esta não é a minha gente,

esta negrura, sem alma, sem fala,

nada me diz..deixai-me fugir,

deixai-me procurar os verdes vales,

os rios e árvores em sintonia,

deixai-me fugir desta agonia...

Oh árvores em desalento,

em morte anunciada,

sinto-vos sufocadas,

sem vida, sem cor, sem nada...

E até vossas folhas voaram no vento...

Vossos braços se partiram com a geada...

Nada sois neste monte de betão...

Na quietude da noite eu voltarei,

e vestindo as vestes de coveiro,

farei vosso enterro, peça a peça cortarei,

e numa qualquer noite de inverno

me fareis companhia no braseiro...

Sonho com a vida...não com o inferno...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:39

Um post diferente? Porque não??

Quinta-feira, 18.06.09

 

       

 http://www2.fcsh.unl.pt/cadeiras/plataforma/foralinha/cyber/data/0/1860/internet1.jpg

 

 

 A vida tem destas coisas... Andamos como que perdidos, arredados do mundo, isolados no nosso casulo, e de repente uma porta se abre, uma porta do tamanho do mundo, e até nós chegam pessoas, pensamentos, quem sabe...sentimentos...

O motivo maior pela tardia entrada na net, teve a ver com a ausência de ligação aqui próximo de minha casa, mas assim que possível, não quis deixar de "espreitar" um pouco este mundo para mim ainda estranho.

E com a descoberta de tanta informação, tantos formas de nos expressarmos e ser lidos, assim como lermos tantos outros, nasce um blog, um blog sentimental, mais virado para a introspecção do que para o debate seja de que motivo for. Nascem também amizades, carinhos, dedicatórias que jamais pensei poderem vir do mundo virtual. Mas que vieram e me tornaram mais feliz....

E o blog cresce e dentro de nós descobrimos (quantas vezes incentivados por tantos outros), novas formas de escrever, de mostrar que as palavras quando "encaixadas" no sítio certo, mostram beleza, poesia, ternura em cada letra.

Aos poucos, sentimos que aqueles que gostamos de acompanhar, também nos acompanham e pouco a pouco a "coluna" de gente vai engrossando, vai sendo mais exigente e nós nos sentimos na obrigação de não defraudar ninguém. E vemos também que de longe, de muito longe, alguém anónimo também nos acompanha, ainda que por vezes deixe da sua passagem um registo...e isto nos alegra muito...

Mas de uma forma que nunca saberei compreender, nascem amizades, amizades por vezes tão fortes como se convivêssemos diariamente, como se parasse-mos ali no café da esquina e fosse já uma rotina no dia a dia. Sim, nasceram amizades, muitas das quais me prenderam indelevelmente para a vida, amizades que me preocupam quando vejo tristeza nas suas palavras, se ausentam ou pura e simplesmente partiram. Muitos dos amigos me compreendem e penso que das minhas palavras tiraram muita informação pois tal é a realidade como me "traduzem e conhecem".

Queria ter o dom de todos conhecer e ao mesmo tempo não conhecer ninguém, tal é a magia com que "projecto" cada um de vós em meu coração, no  meus pensamento, na minha vida...

Uns, quis o destino (e a timidez) que por minutos não conhecesse. Outros, está nas mãos desse destino propiciar o conhecimento, a descoberta de alguém que admiramos e de uma forma ou de outra "conhecemos".

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:03

Desafio em perguntas e respostas

Quarta-feira, 17.06.09

 

 

A Amiga Ana " http://k3f3w3f8.blogs.sapo.pt/" lançou-me um desafio (por acaso vai obrigar-me  a falar de mim, que não gosto muito...), e que consiste em responder a 33 perguntas, e que são:

 

1ª - Nome?  Alex (de Alexandrino)

2ª - Porque lhe deram esse nome? Meu Padrinho tinha o mesmo nome

3ª - Faz pedidos às estrelas? - Só quando nos braços de alguém (ehehehe)

4ª - Quando foi a última vez que chorou? - Quando se foi embora um grande amor

5ª - Gosta da sua letra? Eu não (mas minhas fãs dizem que é bonita...eheheheheh)

6ª - Gosta de pão com quê? - com manteiga claro, e quentinho

7ª - Quantos filhos tem? - Um

8ª - Se fosse outra pessoa, seria seu amigo? - Sim

9ª - Saltaria de Bungee-jump? - nem pensar

10ª - Desamarra os sapatos antes de tirá-los? - sim

11ª - Acreditas que és uma pessoa forte? - sim, mais quando com os "azeites"

12ª - Gelado favorito? - TODOS

13ª - Vermelho ou preto? - vermelho

14ª - O que menos gostas em ti? - o meu coração

15ª - O que mais gostas em ti? - meus olhos

16ª - De quem sente saudade? - dos que já partiram

17ª - Descreva que roupa e calçado está a  usar agora? - Sapatos castanhos, calça bege   e   camisa bege com listas verdes

18ª - Qual foi a última coisa que comeu hoje? - Panrico com fiambre e iogurte

19ª - O que está a escutar agora? - RFM - sempre

20ª - A última pessoa com quem falou ao telefone? - Uma colega de serviço

21ª - Qual a bebida favorita? - Um bom vinho branco (fresquinho) - mas também pode ser espumante meio seco

22ª - E a comida? Um bom bacalhau em muito azeite

23ª - Último filme que viu e com quem? - foi em casa e foi o Gran Torino

24ª - Dia favorito do ano? - 25 de Dezembro

25ª  - Inverno ou Verão? (preferia a primavera...)

26ª - Beijos ou Abraços? - Beijos para as meninas (sempre) e abraços para os meninos

27ª - Sobremesa favorita? - Tudo o que for doce, muito doce...

28ª - Que livro está a ler? - Livro Técnico (Auditorias)

29ª - Que tem na parede do quarto? - nada

30ª - Filmes favoritos? - Romance

31ª - Último lugar onde foi? - Cidadezinha bem no norte, fronteira com Espanha (convívio)

32ª - Uma Música? - Gaivota (pela letra)

33ª - Uma frase? - "Uma hora é curta para quem ama, uma eternidade para quem sofre"

  

E deveria passar este desafio a vários amigos, mas como acho que não devo saber os "segredos" de ninguém, fico por aqui mesmo (mas vou ler os dos outros - ehehehehehehhehe)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 22:29

Tua Imagem em Mim

Quarta-feira, 17.06.09

    298A.jpg 298A image by thiago0105

 http://media.photobucket.com/image/tua%20imagem%20no%20espelho/thiago0105/298A.jpg

 

 

(ficção)

 

Olha para mim... sem sorrir...

Quero fixar teu rosto no meu.

E um dia se resolveres partir,

não deixes recado teu,

nem precisas dizer adeus,

tua imagem está comigo...

 

E sempre que me olhe ao espelho,

é teu rosto que eu vejo,

é teu rosto que eu acaricio,

e quem sabe, te roube um beijo,

sendo um beijo figurativo,

mas tua imagem está comigo...

 

Ah este amor que me consome,

que me definha a todo o momento,

e não vejo vivalma que me tome,

que me altere o pensamento...

Oh deusas do sonho, do amor,

chega...já tenho minha dose...de dor...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:38

ESTRELAS CINTILANTES

Segunda-feira, 15.06.09

 

 

 

 

https://1.bp.blogspot.com/_dV2Sruy7liQ/SGk-6UpPqZI/AAAAAAAAADE/kF9a6b5eckE/s400/estrelas.jpg

 

Olho para o imenso céu,

e conto as estrelas,

em cada cintilante,

naquela mais brilhante,

és tu no meio delas.

 

Estendo minha mão,

esta mão que é só tua,

e numa perfeita união

vens até mim, só nua,

em alegre condição.

 

Meu Amor, meu amor,

nós somos as estrelas

e ao passar, se acendem as velas,

como se fosse um vale de dor,

como se não existisse Amor...

 

Olho do  reino do céu,

e do alto das estrelas,

mil luzes cintilando...

São os casais namorando,

se apagaram as velas...

 

E tudo parece renascer...

O Amor cresceu, vingou,

Não mais velas ou sofrer

nos corações de quem amou,

porque Amar é viver...

 

Meu Amor, meu amor,

nós somos as estrelas..........

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:20