Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Adeus...

Sábado, 22.08.09

 

(ficção)

De que vale amar assim

se tudo pode ruir

tudo de nossas mãos fugir

de que vale amar assim

se tudo na vida tem fim??

 

Nossos dedos não se deixam

e nosso olhar se cruza mais uma vez

Porquê a despedida ?

porque não voltar atrás outra vez

sinto que ambos queremos

mas ninguém quer ser o primeiro...

 

E num relance lembro tanto

tanto que nos fez sonhar, planear

mas também momentos de loucura

e momentos de pranto

E agora que te vais, até um nunca mais

de que valeu te amar tanto....??

 

De que vale amar assim

se tudo pode ruir

tudo de nossas mãos fugir

de que vale amar assim

se tudo na vida tem fim??

 

Vai... vai... que se acabe a agonia

que a vida te sorria

que a noite para mim passe depressa

e ao amanhecer, consiga esquecer

o que passou, já não interessa

quem errou...é preciso viver...

 

De que vale amar assim

se tudo pode ruir

tudo de nossas mãos fugir

de que vale amar assim

se tudo na vida tem fim??

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 16:43

EU E A CIDADE

Quinta-feira, 20.08.09

 

http://aphs.worldnomads.com/leo/1220/China053.jpg

 

A cidade se abre para mim...

ruas, avenidas, casario,

gente atropelando gente,

carros, buzinas, ruído ruim,

um mundo diferente,

local onde fico ausente,

pensamento em turbilhão.

 

E no entanto tudo está à mão...

mil luzes, raios de néon.

um comprar sem precisar.

publicidade a lembrar

os trocos ainda por gastar...

A cidade se abriu para mim,

mas o meu mundo não é assim....

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 23:28

VAZIO INTERIOR...

Quinta-feira, 20.08.09

 

 

E de repente um aperto

um sinal qualquer

uma espécie de sofrer

um adeus até sempre

um adeus de mulher...

 

Pretendemos ser fortes

não mostrar sentimento

mas o coração é maior

sofre porque tem dor

do teu afastamento

 

(Sandra, porque gostei muito de te ter como AMIGA - "Sentirsemsentido" - "Sempromessas"

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:36

Duplicidade

Terça-feira, 18.08.09

 

http://www.colgate.pt/Palmolive/PT/SkinCare/Images/mainvisual_skincare.jpg

 

Talvez não saiba mentir,

talvez não consiga esconder,

ou mesmo tentar fingir,

o que quero, preciso ter,

o que em sonhos posso ver

e  não consigo descobrir...

 

Formas de deusa esculpida

onde meu olhar se presenteia,

serás divina ou "pedra fina"

perdida na minha "cidade"??

Eu sou apenas sonhador de plateia,

correndo riscos com duplicidade...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:03

Dia de Verão

Quarta-feira, 12.08.09

 

http://static.panoramio.com/photos/original/8166332.jpg

 

A manhã promete calor,

ânsia de frescura, mar...

O sol queima, abrasador,

as pessoas correm, se acotovelam,

as crianças brincam no areal...

O mar enrola na areia,

vem até nós, sem cerimonial,

e nós nos curvamos, nadamos,

num apetecido refrescar...

E o mar parece gostar...

onda após onda, doce baloiçar

num contínuo vaivém...

Bela paisagem a pintar...

Imagem que guardo da manhã

nesta tarde que tudo queima,

neste ambiente infernal,

neste clima que parece trazer mal...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 15:32

A Minha Casinha....

Terça-feira, 11.08.09

 

 

  

 

Lentamente fecho a porta e a saudade já bate em mim...

e é sempre assim... Sempre que te deixo...

És a minha alegre casinha, modesta concerteza,

mas que não troco por nenhum hotel de luxo...

E lá longe, a saudade bate novamente...

Conheço cada um dos teus cantos, dos teus segredos,

conheço cada palmo de chão, e do esforço na construção...

Se eu pudesse te levaria comigo em cada viagem,

te mostraria todos os encantos da paisagem,

serias uma casa rolante em aprendizagem... 

Tu és a minha alegre casinha, com varandas para a lua,

com vistas para esse longo céu de estrelas,

em teus braços me deixo adormecer, lentamente,

em teus braços sinto-me protegido...eternamente...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 17:59

DIDO

Sábado, 01.08.09

 

 

 

You can sleep forever, but still you will be tired
You can stay as cold as stone, but still you won't find peace
With you I feel I'm the meek leading the blind
With you I feel I'm just spending wasted time

I've been waiting
I'm still waiting
I've been waiting
I've been waiting
I've been waiting
I'm still waiting
But with you (with you)
It's always one step too far

One step too far

You can whine to the bone but still you won't be full
You can look down on the world but still you won't find love
You won't find love

[Maxi Jazz]
Only with mellow
Are you thin enough to slide through.
If the sun or the moon should give way to doubt,
They would immediately go out.
One swallow don't make a summer,
But tomorrow has to start somewhere.

[Dido]
I've been waiting
I'm still waiting
But with you
It's always one step too far
One step too far

I've been waiting

I've been waiting
I'm still waiting
I've been waiting
I've been waiting
I've been waiting
I'm still waiting
But with you
It's always one step too far
One step too far

 

 

 

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:28


Pág. 2/2