Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



SÚPLICA

Quarta-feira, 30.09.09

 

 

 

 

Tarde quente num tempo já passado,

as folhas de cansadas, uma a uma

vão caindo, esvoaçando qual pluma,

cobrindo o chão, ou em alegre bailado.

 

Tarde quente, anseio de transformação,

saudade da humidade em meu rosto,

rasgos terríveis no céu, forte trovão,

Outono, invernia, esquecendo o Agosto.

 

Meu corpo pede essa dádiva celeste,

meu Universo chora, geme de dor,

tudo seca, tudo se tornou agreste.

 

Meu Deus, Meu Deus, em Vós confio

em Vós me revejo, sinto laços de Amor

e vos suplico...bendizei este meu rio...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 22:09

E DEUS CRIOU A MULHER...

Terça-feira, 29.09.09

 

 

 

 

Doce, meigo, sedutor...

Linhas em harmonia...

Seu andar é sinfonia

num balançar redutor...

E desse pecado adjacente,

corpo de homem sente,

partilha mesmo dor,

de quem cala consente,

do que não faz sentido...

Olhar e sentir-se perdido...

Não, não é beleza qualquer...

É beleza vestida de mulher...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 21:05

MEU MUNDO DE EMOÇÕES

Segunda-feira, 28.09.09

 

 

Horas tardias, em que o sol se quer pôr...

Dentro de meu casulo, com a estrada pela frente,

mil odores, cheiros de outros tempos,

e aos meus sentidos, se abrem de repente

mil emoções, rasgos de fantasia...

 

E é nestas recordações que se faz magia...

Dos teus cabelos soltos,

dos teus lábios de mel e lima,

de teus seios querendo subir para mim,

de sentir teu corpo pedindo meu corpo...

 

Horas tardias de um fim de tarde...

Prosas sentidas de coração que arde...

Cheiros profanando meu pensamento...

Emoções suspensas no tempo...

Corpo dorido...coração sofrido...sentimento perdido

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 19:39

Deixem-me Sonhar

Domingo, 27.09.09

 

 kislnyavizessnlgynyr.jpg image by fenyek

 http://media.photobucket.com/image/sonhos%20de%20crian%2525C3%2525A7a/fenyek/kislnyavizessnlgynyr.jpg

 

Deixem-me sonhar

como se fosse criança,

como se o amanhã

fosse ontem, ainda com esperança

de um amanhecer diferente...

 

Deixem-me sonhar

do meu tempo de fazer casinhas,

saltar às cordas,

correr atrás do arco,

correr para os braços da Mãe no fim de tarde...

 

Deixem-me sonhar

como se o tempo não passasse...

Como se apesar dos cinquenta

meu tempo parasse na infância,

minha doce infância, rica, terna, inesquecível....

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 15:39

Dádiva....

Domingo, 27.09.09

 

 

 

 

 

Meu corpo sofre com dor,

meu espírito não se liberta,

e por entre a porta aberta

entras tu Sol, teu calor,

e finjo que nada me afecta.

 

Como é bom te sentir aqui,

a meu lado, bem perto de mim,

e eu queria que fosse sempre assim,

mesmo quando vierem as trevas,

e meus olhos se fecharem para ti...

 

Tenho medo da escuridão,

do frio, do bafio da terra escura...

Tenho medo da semente impura

que em mim germe outro coração,

coração que te doei para todo o sempre...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 15:30

Adeus "AMIGA"

Quarta-feira, 23.09.09

               neece1

 

Talvez nunca soubesses que escrevo,

nem tão pouco que iria lembrar de ti,

Talvez não soubesses que ficaria triste

se um dia partisses, sem "despedir" de mim...

 

Talvez, talvez, talvez.....

 

Talvez não me culpasse se melhor te acompanhasse,

Se não te visse sofrer tanto assim...

Talvez pudesse adiar um pouco mais tua despedida...

Mas tu sabes, do sítio onde estás, tu sabes,

o quanto me eras (és) querida...

 

E, ao escrever estas palavras, uma lágrima cai,

e mais outra, e mais outra....

Adeus NEECE, tenho-te no coração,

e tua fidelidade canina

sempre lembrarei com carinho...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 21:08

SOLIDÃO

Domingo, 20.09.09

 

 

 http://buscandosonhos.com.br/wp-content/uploads/2009/04/janela.jpg

 

Solidão, palavra triste e fria,

como sua rima oca e vazia,

desamparo, isolamento,

ghettos do destino, esquecimento,

farrapos abandonados,

pedaços de vida escorraçados...

 

E são estes farrapos esquecidos,

que nos guiaram nos passos perdidos,

que encostamos em qualquer esquina...

Pobres de nós...Neles vemos nossa sina

e não aprendemos, não queremos ver

que nossa vez vai chegar sem querer...

 

Solidão é aquele rosto parado na vidraça,

rosto marcado pelo tempo, sem graça...

Solidão sou eu , és tu, neste tempo,

sem entrega, ficando no isolamento,

e o tempo vai passando, rápido que passa,

e amanhã será teu (meu) rosto naquela vidraça....

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 22:49

Dance Me to the End of Love

Sábado, 19.09.09

 

 

 

..

 

Li esta noticia e fiquei triste...Leonard Cohen sempre foi um artista com quem me identifiquei quer pelos seus poemas, pela sua postura em palco, quer pelo seu timbre de voz. Dizem que sofreu uma intoxicação alimentar, mas não deixa de ser uma notícia anunciando o principio do fim....

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 15:09

Bem-me-Quer, Malmequer

Sexta-feira, 18.09.09

 

 

 

Colhi no caminho um malmequer,

porque meu reino é de fantasia,

e folha após folha, oh que agonia,

saber quem bem-me-quer...

 

Bem-me-quer, malmequer,

malmequer, bem-me-quer,

que resposta eu gostaria

se tua boca se abrisse um dia??

 

Bem-me-quer, bem-me-quer...

quero ver teus olhos, neles ler

o que teu coração não diz,

mas seria meu reino feliz??

 

Bem-me-quer, malmequer,

folha após  folha, venha o que vier,

e se um dia vieres ao caminho,

te arranco sem ponta de carinho...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por inoutyou às 21:10

A Vida e o Sonho

Quinta-feira, 17.09.09

 

 

 

http://estudoreligioso.files.wordpress.com/2008/11/sonhos-portoamor-top.jpg

 

Abro meu livro da vida,

página a página,

letra a letra, cada sílaba,

tentando interpretar meus sonhos,

meus desejos mais recônditos...

E fico sem respostas...

As páginas não têm respostas...

As letras nada dizem,

e meus sonhos são impenetráveis,

como insondáveis

são meus desejos...

Abri meu livro da vida

sem nada conseguir ler,

nada entender...

Os sonhos...esses, dia a dia vão nascer...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 21:16


Pág. 1/2