Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Desejo

Quinta-feira, 04.02.10

 

 

 

http://static.blogstorage.hi-pi.com/photos/almadepoeta.loveblog.com.br/images/gd/1199645140/Quando-se-ama-alguem.jpg

 

O desejo aqui cresceu e ficou,

sentia-se bem, era solicitado

e renascia, sentia-se crescer num beijo,

ou num corpo acariciado...

O desejo se julgava eterno,

e sendo assim, prevaricava,

a beleza o fascinava,

e num olhar, um pensamento,

um desejo em movimento...

Mas a vida traz decadência,

idade, rugas,  rude aparência,

e a beleza dele foge,

se esconde, procura outros desejos,

e em lábios jovens de vida,

se sacia em mil beijos...

O desejo se recente e definha,

já não vibra, sente-se perdido,

se sente em fim de linha,

encurralado...esquecido...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:02