Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sonhos na Noite

Sábado, 05.06.10

 

 http://priscii442.files.wordpress.com/2009/08/estrelas.jpg

 

Suave e convidativa a noite,

pega minha mão, segue-me, deixa-te levar,

que interessa onde vamos chegar??

Olha as estrelas, como cintilam lá no alto...

Segue-me amor...deixa-te levar...

 

Tudo é sereno na madrugada,

encosta teu corpo ao meu, beija-me,

o calor que soltamos, é de desejo incontido,

segue-me amor...deixa-te soltar...

que interessa onde vamos chegar??

 

Não digas nada, apenas houve os gemidos de prazer,

só tu e eu, e as estrelas cintilando,

somos ambos loucos na madrugada,

loucos por tanto querer,

que riam os anjos que nos vêm lá do alto...

 

Suave e convidativa a noite,

Tudo é sereno na madrugada,

só tu e eu, e as estrelas cintilando,

pedindo que o amanhã não volte mais...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 15:33

Blog ou a angústia de estar SÓ...

Sexta-feira, 04.06.10

 

https://1.bp.blogspot.com/Blogues.bmp

 

 

Blog,

...de início o meio para comunicar...

uma forma de chegar mais longe,

sentimentos para declarar.

 

Blog ou o desejo de não querer estar "SÓ"

 

post a post, vamos criando raízes,

vamos nos alicerçando ao meio,

vamos nos "esventrando".

 

Blog ou uma forma de "respirar"

 

Na quietude da noite, no silêncio,

a companhia, o som do teclado,

a paixão que nasceu em nós...

 

Blog ou uma forma de "expressão"

 

E assim, se escrevem páginas,

palavras vindas da alma ou do ser,

um mundo só nosso dado a conhecer...

 

Blog,

....um espaço meu que abri ao mundo

um "teatro" onde não se declaram guerras,

não se provocam traições,

tudo é paz, estados de alma, sentimentos

sem politicas de mentira,

sem verdades que provocam ira...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:20

Brisa noturna

Quinta-feira, 03.06.10

 

 

http://shekynah.blog.uol.com.br/images/butterflyontheflower.jpg

 

 

Páro um pouco em cada linha que leio deste livro,

medito, tento viver a história...

Aqui, neste teclado, as letras saem a conta gotas,

não há muito a dizer...

Lá fora a noite está calma, com brisa suave,

nada parece acontecer.

E assim, me olho ao espelho...e me revejo,

tudo parece calmo no meu ser...

Ondas de luz e vida, de paz,

passaram por aqui, gostaram,

e aqui aportaram...

Não, não façam ruído, não riam,

não vá alguém levar a mal...

Tudo está calmo...tudo é tão natural...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 21:44


Pág. 2/2