Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Como uma Flor...

Quarta-feira, 16.11.11

 

 

Sabe a tristeza, a cinzento,

este ar que me rodeia,

me aprisiona...

Pego um lápis, lápis de cor,

e neste quadro que invento,

desenho teu sorriso,

expressão que sei de cor...

 

E mesmo sem lápis de cor,

mesmo numa ardósia escura,

nasceria brilho maior,

contornos de teu rosto,

em forma de requintada flor...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:29