Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Prosas e Poemas...

Domingo, 11.11.12

 

 

ainda lembras das noites frias de inverno,

onde as horas ditavam o nosso tempo,

e o tempo era tudo o que restava

quando tão longínqua era a madrugada?

 

passaram dias, noites frias sem fim,

em mil prosas se teceram alegrias e fados,

poemas alinhavados, cânticos desvairados,

momentos que a memória teima em querer...

 

e cada novo dia é a esperança a renascer,

raios de sol sorrindo, mesmo que chovendo,

botões de rosa florindo, mesmo que morrendo,

porque morrendo de amor, o coração está a viver...



 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:23

Sol de Outono...

Domingo, 11.11.12

 

 

têm inveja de mim

as folhas caídas no jardim...

 

por entre as árvores despidas,

beija-me este sol de Outono,

carícia já no tempo esquecida.

 

pudera eu ser ar, sopro de vida,

pudera eu viajar no tempo...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 11:54

A tarde e o silêncio...

Sábado, 10.11.12

 

a tarde vestiu-se de melancolia,

ora de sorriso triste,

ora de lágrimas na tarde fria...

que bom este gostinho a lazer,

à contemplação do silêncio,

um querer com sabor a prazer...



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 17:07

Tarde fria de Outono..

Quinta-feira, 08.11.12

 

 

frio e agreste o vento neste fim de tarde,

onde as folhas baloiçam, e a madeira arde

nas lareiras das casas em redor...

que saudades das bugambilias em flor

das varandas abertas, do verão, da cor...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:02

...está frio....

Quarta-feira, 07.11.12

 

 

sinto frio, arrepio

desta tua ausência,

deste parto difícil,

que é teu beijo, teu abraço...

 

e nem este mundo virtual,

de imagem, de som,

de fotos em pose casual,

alivia a dor no coração...




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:53

Escrita com cor...

Segunda-feira, 05.11.12

 

queria desenhar palavras

com os sons de nosso amor,

escrita fácil, sensual,

palavras fáceis de entender

mas tão difícil de escrever..

que importa a escrita com cor,

se tudo o que poderia dizer

só o coração saberia ler...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:16

Hoje não brilharam as estrelas...

Sábado, 03.11.12

 

 

as horas passam e os corações aquietam-se

como se o tempo fosse dono do nosso tempo...

por entre sorrisos, desejos e olhares,

fizemos a festa, alimentamos o corpo, a alma,

demos asas à imaginação...

talvez não tenham brilhado as estrelas,

talvez até o céu as escondesse de nós,

mas sabes, vi luz, brilho, no mais profundo de teu olhar...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:04


Pág. 2/2