Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



o limite da razão...

Quinta-feira, 09.02.23

questionar.jpg

as imagens ferem como lâminas,
sem sangue, sem vestígios,
apenas ferem... ferem
e destroem o limite da compreensão humana...

porquê? qual a razão?
questiono-me, e as respostas são vazio, são em vão...

as percepções até aqui intocáveis, assumidas,
desmoronam-se, tal como aves que tombam feridas!





 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 10:43

"leveza das palavras"

Quinta-feira, 09.02.23

leveza.jpg

soltam-se as palavras,
como folhas secas
desprendidas das árvores,
ou arrancadas pelo vento...

leves e sem conteúdo,
ou pesadas, curvadas pelo tempo,
as palavras têm os segredos
que os lábios interpretam
na troca de olhares.

soltam-se as palavras
ao sabor da brisa,
no perfume exalado
numa conversa no tempo prometida.

e necessárias, as palavras adormecem,
serenas, num sono profundo,
como se não houvera amanhã...



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 10:17