Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Meu Mar, meu refúgio

Quinta-feira, 19.05.11

 

É meu refúgio este mar que me rodeia,

ondas que me beijam em cada entardecer,

e eu, graciosamente as acaricio,

sentindo em minha pele o seu cio,

como se uma cena de amor fora acontecer...

 

Tontas... tontas e ao mesmo tempo belas,

me seduzindo,

me querendo levar em seus braços,

talvez sucumbindo

a ouvir sons de outros espaços...

 

Perigosa é a tentação

de que me afasto, sem te deixar meu mar,

berço de meus encantos,

dos amores e desamores...que foram tantos,

e onde todos os dias, ouso desabafar...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 22:27