Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As Andorinhas

Sexta-feira, 27.05.11

Um dia, ainda eu era criança

na minha mão vieste poisar

e prometeste sempre voltar

com a primavera da esperança

 

Mas a primavera está a acabar,

logo, logo será verão,

sem ti, será a desilusão,

de não valer a pena sonhar.

 

Andorinhas da minha rua

seres graciosos a esvoaçar

se preciso peço à lua

e à minha estrela do mar

para que vos faça voltar...

 

Andorinhas da minha rua

sem vós a primavera ficará nua...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:54


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.