Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O sonho e o vento...

Sábado, 17.09.11

 

  

E de repente se soltou o vento...

 

Na quietude da paisagem,

o reboliço pela aragem,

cabelos loucos em movimento..

 

Faço-me à estrada,

carro em modo cabriolet,

som em alta batida,

e o sol por companhia.

 

É longa e sinuosa a estrada,

talvez curvada pelo vento

ou pelo meu cabriolet,

desenhado no meu pensamento...

 

Não, não tem rodas nem volante,

nem assentos de cabedal...

É de caxemira o meu andante,

onde me sento, deito,

curtindo o sol, ou as estrelas no firmamento...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:24


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.