Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Pela Noite dentro...

Segunda-feira, 24.10.11

 

ficção...

 

Na noite, que a madrugada escondeu,

te cobriste de manto leve, com um véu,

onde teu corpo sobressaía, reluzia,

como se a Lua te tomasse por magia...

 

Belos e sinuosos os caminhos de teu corpo,

onde meus olhos se perdem... e se encontram...

 

A noite tem seus encantos, sua perdição,

desejos, movimentos carnais, maldição,

beijos, desencontros pelo dia a nascer,

ânsia, loucura de ver o novo dia morrer...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:51


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.