Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Nostalgia...

Domingo, 04.12.11

 

 

Nada sai perfeito

na tarde fria,

nada tem jeito,

tudo tem defeito,

até este bem estar,

que julgava num altar

imaculado, sem mancha...

Triste engano, puro engano...

E vós, enganadores de vós,

sem sonhos, sem projectos,

num rol de obsoletos,

pairando quedos, estácticos,

nas bermas dos trajectos...

Ai de quem parar,

de quem sorrir,

porque nesse anestesiar,

será  o fim do sentir,

de um sentimento,

de um breve momento,

onde algures, no tempo,

se disse a palavra...Amo-te...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 20:06


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.