Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Nesta Tarde de Domingo...

Domingo, 18.12.11

 

 

Foi nesta tarde de Domingo

que, num raio de sol, provaste meus lábios...

 

Foi nesta tarde de Domingo

que, na brisa da praia, afagaste meu rosto...

 

E foi nesta tarde, que perdido por entre a multidão,

senti teu cheiro, teu perfume,

porque tu eras o centro do mundo,

e eu, um barco à vela, ancorado, aguardando vento norte...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 17:42


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.