Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Jardim sem flores

Segunda-feira, 13.02.12

 

 

Quão triste o jardim sem namorados,

sem abraços, beijos rasgados,

sem olhares famintos de amor...

 

Quão silencioso, perdido,sem vida,

sem flores, tela tão descolorida,

onde as árvores choram de dor

 

E é por isso que me sinto assim,

elo tão ou mais fraco naquele jardim,
onde me tomam por nada, sem cor!

 

Tristes dos que pensam, dos que passam,

que não vêm o interior da alma,

que não sentem o pulsar do coração,

que não vislumbram a face calma,

que nos enamorados, é paixão...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:06


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.