Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Como se fosse um Sonho...

Sábado, 17.03.12

 

 

Navego em teu corpo

de calmas ondas,

porto seguro,

pouco profundo...

 

Velas desfraldadas ao vento,

viajo sem tempo

buscando teu paraíso...

 

E aí, qual oásis no deserto,

é o destino certo

para todas as fantasias,

para as nossas fantasias...

 

Navego em teu corpo

neste sonhar acordado,

mãos tacteando o tempo,

como se o momento

pudesse ainda ser tocado...

 

...mãos tacteando o tempo...

e num lamento,

implorando aquele momento...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 16:20


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.