Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



No Tabuleiro de Jogo...

Segunda-feira, 26.03.12

 

 

Numa qualquer mesa de jogo

(sou jogador solitário),

baralho, reparto e dou cartas...

Analiso o meu jogo,

e fazendo batota,

espreito o jogo de mais ninguém,

e assim, ninguém diz nada,

só eu e as paredes que sorriem...

O silêncio é total...

Lanço os ases, ases que mais ninguém tem.

Vou ganhar, sei que vou ganhar.

e se o silêncio falar,

juro que ligo o rádio, a TV,

ou chama a banda de música

que no coreto está a tocar...

Numa qualquer mesa de jogo

(jogo de vida, de sentimento),

quem ganha, quem perde?

apenas o coração, a Alma,

se fadada ao sofrimento...

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:18


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.