Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Palavras Ditas...

Sábado, 05.05.12

 

 

Quando do amanhã

nasce a incerteza,

e no peito sofre o silêncio,

do coração solta-se o sentimento,

 

aí, as palavras que foram ditas

se tornaram pedras preciosas, eternas,

 

que fascinam, a cada momento recordadas,

no silêncio das horas esquecidas.

 

Ainda que a noite seja infinita,

infinito é o amor silenciado no peito,

 

saciado em cada minuto nos momentos vividos...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:47


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.