Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tanto Mar, tanto mar...

Domingo, 03.06.12

 

 

 

Vagueio sem sentido,

ladeando areais banhados pelo mar,

e por entre jardins cheirosos e floridos...

 

O corpo, sei-o perdido,

mas a alma, o pulsar da alma,

bate forte, rumo ao norte,

onde o coração se "perdeu",

onde de amores renasceu...

 

E por entre este vaguear,

sei que existe tanto mar, tanto mar,

que os anjos, as estrelas do além,

um dia em perfeita sintonia,

uma passadeira de magia

ou um corredor de vida,

no azul do céu vão criar...

 

Nesse dia, nesse perfeito dia,

alma e coração serão um só,

quais almas gémeas em perfeita união....

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:44


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.