Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Como se fosses uma Sereia...

Segunda-feira, 18.06.12

 

 

De que semente, ou gota nasceste,

de que embrião foi feito teu ser,

se é tanta a beleza que te veste,

se é tanta a beleza num corpo de mulher...

 

E o sol tenuemente te beija,

as gotas do mar te refrescam,

e quem passa, se morde de inveja,

mas quem fica, mil desejos inquietam...

 

Altiva, passeias-te pelo areal,

e tua sombra, algo que eu posso tocar,

faço-a minha, ainda que virtual,

e minha és em cada momento, a sonhar...

 

Oh bela e inacessível feiticeira,

oh sereia dos sete mares amante,

quanto me fazes vibrar nesta canseira,

e em quantos mares farás de mim navegante...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:23


2 comentários

De no_promisses a 07.07.2012 às 21:52

Li numa notícia algures, que afinal as sereias não existem! xD

Mas perante estas palavras, duvido muito que a notícia seja verdade!!

=)

De Alexandrino Sousa a 08.07.2012 às 14:09

Sandrinha,
afinal não "desapareceste"... mas nem vais acreditar se eu te disser que tive saudades de tuas palavras...Agora "sereias" sempre existiram, quando muito em nossa imaginação. Foi bom vires até aqui :)
agora fala-me de ti...
como vão teus estudos? estás de férias? vou ficar á espera...

Beijinhos
e obrigado pelo carinho de sempre
Alex

Comentar post