Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Hoje, Amanhã, sempre...

Quinta-feira, 26.07.12

 

 

é na imensa tarde de Julho

quando o calor sufoca os sentidos,

 

que imaginamos dois barcos sem remos,

num mar profundo, e na aventura perdidos...

 

peço, imploro, ondas vivas de salvação,

uma estrela cintilante, um caminho a seguir,

um sopro de vida, eterna e infinita união

num mundo novo, vibrante, que há-se vir...

 

e em verdes prados, nascerão flores,

pássaros exóticos cantando aos amores,

que rolando pelas encostas da vida,

gritam pela felicidade nunca sentida...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:33


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.