Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um Rosto Na Manhã de Sol e Poesia...

Quarta-feira, 15.08.12

 

 

suave, fino e terno é o seu rosto,

olhos esguios, subtis, de princesa,

moldados pelo cabelo extenso e fino...

e foi esse seu rosto, que me deu certeza

do momento mais querido e lindo,

que algum dia o coração vivera...

 

e nem o frio do inverno na manhã,

cheia de sol, sonho e poesia,

me fez ausentar do momento de fantasia,

que era te ter tão perto, demasiado perto,

que até nossos sorrisos, na sua inocência lia,

sorrisos de um futuro que seria certo...

 

E hoje, ao vê-la na sua pose de menina sentimental,

voz meiga, carente, doce... algo possessiva,

a certeza de que muitos invernos vão passar,

o sol, o sonho e a poesia, permanecerão no ar,

ainda que os desencontros sejam afinal

tanta dor, para que aquele rosto continue a brilhar...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 11:47


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.