Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



se eu fosse pintor...

Quarta-feira, 15.08.12

 

 

vesti-me de pintor,

levei tela a rigor,

e cores em tom de pastel...


tu, foste a imagem,

que mesmo sem coragem,

quis prender a este papel.

 

rosto perfeito, de princesa,

lábios finos tal a leveza,

prenuncio de bela mulher.

 

corpo magro, alto,

bota de pequeno salto,

calça de ganga a condizer.

 

e de mão dada,

ternura bem enquadrada,

atravessas a avenida...

 

foste a senha, a fotografia,

porque eu tanto padecia

se outra imagem era fugida...

 

e agora, aqui tão perto,

se pedir algo, fosse certo,

porque não o atrevimento?

 

mas como entenderias,

se teus sonhos, são alegrias,

e não roturas de momento?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:39


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.