Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Anjo de mim...

Sábado, 24.11.12

 

 

 

batem à porta, levemente,

truz, truz, truz...

o bater não é de gente,

e a sombra não é minha cruz...

 

fecho os olhos da imaginação,

(sou tão novo meu Deus),

não me leves o coração,

não me queiras lá nos céus...

 

faz tempo, tão pouco tempo,

fui feliz, fiz alguém feliz,

e soube a pouco esse momento...

e se aconteceu, foi porque Deus o quis...

 

sai, vai embora sombra de mim,

sou tão novo, ainda agora se fez dia,

e quando chegar a hora, chegar o fim,

haverá escuridão, desalento, agonia...



 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:00


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.