Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tão perto...

Terça-feira, 25.12.12

 

 

deslizam meus dedos

pela saudade de tua ausência...

que foi que fizemos?

por que caminhos nos embrenhamos,

que tão doloroso

é este sentimento que ganhamos,

e por ele, em amor nos perdemos?

 

será que ouves meu chamamento?

os poros de minha pele,

a sensibilidade de meus lábios,

todo um querer sem tempo,

em cada tecla, em cada momento,

como se não houvera espaço, ar,

como se fosse tão fácil te tocar?

 

deixa deslizar meus dedos

pela saudade da ausência,

a tua infindável e dolorosa ausência,

combatendo e adiando os medos,

até que se libertem os segredos...




 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 17:14


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.