Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



longa espera...

Sábado, 26.01.13

 

 

ardem-me os olhos

pela longa espera

que não verá a luz do dia...

contorce-se de desejos

este corpo que fizeste teu

qual estátua, ansiando teus beijos...

no espelho, o rosto que nunca sorria,

parece feliz nesta câmara lenta,

e de uma forma mais atenta,

vejo que  respira alegria...

é tarde amor, já se deitou a cotovia,

a lua....e até o mar já não enrola na areia.

vou dormir, talvez sonhe contigo,

talvez chegue rápido a primavera...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:28


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.