Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



as raízes...

Domingo, 10.11.13

 

 

 

sigo cada raiz da árvore mais frondosa,

até ao ponto em que se afundando

nas profundezas da terra,

busca a seiva, a vida, a gota de água

para o ponto mais alto da árvore...

quão frágil o ser humano

quando liberto das raízes da vida,

perdendo-se pelos cais das ribeiras,

pelas bermas da estrada,

pelas calçadas, onde ninguém vê,

sente, ou tão pouco se vê mágoa...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:36


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.