Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Poder da Decisão

Sábado, 01.11.08

 

Ontem acabou por ser um dia negro lá na empresa.

É verdade que era sexta feira, dia das bruxas, mas não era sexta feira 13. E acabou por ser um dia mau quando em determinado período do dia, a Qualidade verificou que a produção não está conforme, a imagem do produto está danificada, o que obrigará a que toda a produção tenha de ser escolhida.

Acontece que já no dia anterior, a anomalia tinha sido detectada em menor grau, e de imediato os responsáveis foram avisados, no entanto não se chegou a conclusão nenhuma da origem do problema, que aliás no momento parecia ter desaparecido. Infelizmente não era verdade, e a razão do problema era num ponto que ninguém poderia supor.

A Qualidade não podia fazer mais nada do que bloquear a produção até aí realizada, e por descargo de consciência, também a produção do dia anterior.

A Direcção de Produção, aceito que poderia ter ficado preocupada pelo transtorno que tudo isto iria causar em termos de escolha do produto, mas só preocupada e de imediato sensibilizada para que tal não mais se repetisse. Mas para meu espanto foi causa de um reboliço interno que nunca me passaria pela cabeça acontecesse. Afinal os erros são ou não para serem corrigidos, e se possível que não saiam da empresa para evitar futuras reclamações??

Mas o que me admira nisto tudo é a falta de sensibilidade de alguém que não sei como nem porquê, resolveram colocar como director de uma área tão importante. Como é possível numa empresa tão grande dar-se ao luxo de ter alguém que mais do que resolver os problemas, tenta-se escondê-los ou mesmo negar a sua existência??

Como é possível ter alguém que em termos de relacionamento humano é do género "se não és por mim, és contra mim"??

E o mais grave é que toda a equipa aquela área ligada, começa a ficar enferma do mesmo problema, importando mais os números do final do dia, a quantidade de caixas produzidas, em detrimento do fazer bem, do manter-se a boa imagem que ao longo dos anos tem sido conseguida.

Como têm mudado as mentalidades nestes últimos 5-6 anos, e para meu desgosto para bem pior.

A Administração com constantes alterações propostas por empresas consultoras, será que um dia vai virar-se para o verdadeiro ponto a ser revisto, isto é, onde se produz, onde sai a imagem da empresa, onde convém manter incólume a boa imagem de marca conseguida?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 14:51


2 comentários

De gatinhaperdida a 02.11.2008 às 20:14

Olá,Alex
É realmente pena,que haja pessoas com cargos para os quais não têm capacidade,com o agravamento de que os produtos ficam com uma má imagem no mercado.E quem fala de produtos,fala em prestação de serviços,porque hoje em dia é o que acontece na maior parte das empresas.Quem está como gerente é mau gerente e muitas das vezes não tem nem ideia do mal que pode fazer uma má gerência,outras nem se preocupam com isso.
Mas é pena que as pessoas,no geral,não tenham percebido,ainda,que se a empresa onde trabalham não tem lucros ou não tem uma boa imagem,fica em risco o seu próprio trabalho.

Beijos e fica bem
Inês

De Alexandrino Sousa a 02.11.2008 às 20:30

Tens toda a razão Inês. Mas como mostrar a algumas pessoas que é tempo de pensarem diferente?? Acredita que a minha posição é por vezes muito ingrata e pouco compreendida. Mas como tu dizes (ali quem manda sou eu...) - estou a brincar...

Bjs e fica bem
Alex

Comentar post