Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O FIM DO ANO

Quarta-feira, 31.12.08

 

                                            (da Net)

 

O ano que eu sou, está a acabar...

Foram 366 dias sem parar,

e eu me sinto cansado...

Tentei a todos agradar,

A uns nos projectos sem nexo,

a outros nos sonhos loucos,

na felicidade...falhei, confesso,

os homens fizeram ouvidos moucos...

O que fazer?

No Amor tentei a sorte,

juntei casais, fizeram a corte,

mas já não é como antigamente...

No sexo usaram e abusaram,

para no dia seguinte sair de cena...

Também aqui falhei...que pena...

A Paz, talvez na Paz tenha acertado...

Juntei chefes,

prometi benesses,

mas também falhei...

O horror andou por aí, sem stresses..

Podem-me apagar do mapa,

nada fiz bem, em tudo errei...

Sinto-me tão cansado...

Talvez não estivesse preparado

para tamanha empresa...

Ou talvez não esteja vocacionado...

Fui um reinado emprestado,

triste e mal amado...

Deixem-me suavemente morrer,

suavemente me apagar...

Sinto-me tão só...Abandonado...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:47


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.