Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Real e Imaginário

Sábado, 21.03.09

 

http://www.espelhopoetico.pro.br/celebrar/images/poetas.jpg

 

Sempre foste um sentimental,

e na palavra rimada,

a nudez , a foto original

do teu interior...

Sem segredos,

nas linhas "espalhas" tua dor,

"vê-se" teu coração sangrar,

e no ar, do sangue sente-se o odor...

Qual  predestinado,

Querias ter a alma maior,

Querias ter o dom, a genialidade,

de, numa palavra, numa frase,

exprimir o que os olhos  vêem...

Quanta cegueira, quanta leviandade

por não aceitar a verdade,

por não aceitar esta tua pequenez,

num formato, de si não original.....

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:24


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.