Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Tanto Mar, tanto mar...

Domingo, 03.06.12

 

 

 

Vagueio sem sentido,

ladeando areais banhados pelo mar,

e por entre jardins cheirosos e floridos...

 

O corpo, sei-o perdido,

mas a alma, o pulsar da alma,

bate forte, rumo ao norte,

onde o coração se "perdeu",

onde de amores renasceu...

 

E por entre este vaguear,

sei que existe tanto mar, tanto mar,

que os anjos, as estrelas do além,

um dia em perfeita sintonia,

uma passadeira de magia

ou um corredor de vida,

no azul do céu vão criar...

 

Nesse dia, nesse perfeito dia,

alma e coração serão um só,

quais almas gémeas em perfeita união....

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:44

Segredos D`Alma...

Terça-feira, 20.12.11

 

Quebraram-se os vidros de minh`alma,

soltaram-se os fantasmas (louca magia),

e nas trevas, dançam sombras,

ouvem-se risos de tonta alegria...

 

Não queiram pensar mal de mim,

(que importa se descobrem meus segredos),

se de tanto sonhar, tudo se tornou real,

e num ápice fugiram meus medos.

 

Vejo-me ao espelho, ilusão do destino,

de pensar que de um verso, faço um hino,

ou alguma canção de embalar....

 

E minha alma, agora livre e solta,

voa sem rumo (não pára de sonhar...),

mas nada vê (é louca), e tudo fere à sua volta....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:26

No Silêncio da Alma...

Terça-feira, 02.03.10

 

http://castelosdeportugal.no.sapo.pt/icones/cast18.jpg

 

Do meu tempo, da minha vida,

construí um casulo, só meu,

onde não entra ar, não entra luz

nem o som mais belo que houver...

Esse casulo, castelo inventado, sou eu,

onde flutua o silêncio, a paz,

onde leio minha alma, meu ser,

onde me aprendo a conhecer...

Feliz de mim, feliz de quem me ama,

que me conhece, que já viu meu coração,

que se emociona com minha emoção,

que sorri quando o amor chama...

Este meu casulo não tem chave,

não tem porta nem janela,

e só entra, pelo meu olhar, quem sabe,

quem ousou ser minha Cinderela...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 20:54

Espelho de Minha Alma

Domingo, 23.08.09

 

 https://1.bp.blogspot.com/_Nb0MLvN-Ur8/SZEYP4MVb9I/AAAAAAAABUQ/TzlFCGMAmkk/s320/ork-DSCF6814-flores-murchas.jpg

 

 (ficção)

Parte-se o espelho de minh`alma,

parte-se o espelho de mim,

já não me reconheço,

olho mais uma vez, quase desfaleço,

como pude mudar tanto assim...

 

E pergunto a meu coração,

(coração sem espelho, sem emoção),

a razão de tanto sofrer

e ele zomba de mim, sinto-o escarnecer,

e meu corpo triste se esconde no chão.

 

Triste fado de corpo sem alma,

triste vida de coração sem emoção,

tudo é negro, sem luz, sem paixão,

sem amor numa tarde calma,

sem uma lágrima numa oração...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:44

Sonhos e Fantasias

Domingo, 26.10.08

 

Sonho com teus beijos,

Sonho com teus abraços...

E apertando teu corpo ao meu,

Sinto meus desejos,

Sinto ânsia de te ter a meu lado.

 

Mil palavras para te dizer,

Olhos nos olhos, conseguir ver

O que vai em teu coração...

Num sorriso, a emoção,

O carinho de tanto te querer.

 

Mas tudo é um sonho por realizar,

São fantasias de adolescente,

São frustrações de amor carente,

Tentativas mil de um dia encontrar

A alma gémea, o Amor Eterno...

 

Deixa-me sonhar um pouco mais,

Deixa-me pensar que um dia vens para mim,

E se o destino não quiser assim,

Continuarei só, tristemente só,

Esperando um Amor Maior...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 11:14