Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Amanhã é um Novo Dia...

Quinta-feira, 23.02.12

 

 

 

São horas difíceis, o parto de ideias,

o desenrolar do pensamento,

o explanar de emoções...

E nos culpamos pela fragilidade,

pela sensibilidade do corpo humano,

como se de dentro de nós,

algo mais forte mostrasse ter voz,

nos remetendo para a solidão da dor...

E serão sempre palavras de amor, 

frases com rosto dentro de nós,

que mesmo sem levantar a voz,

no silêncio, nos enchem de emoção...

A dor no corpo é coisa pouca,menor,

se comparada com o êxtase do coração...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:31

Uma Letra para Mim..

Sábado, 08.05.10

 

http://agridoces.no.sapo.pt/afraid.jpg

 

Ténue luz nocturna,

pensamentos em declínio,

lembranças únicas de ti,

recordações muitas de ti,

revivo teu fascínio...

 

Apaguem a luz...

Escondam a luz...

Desliguem meu pensamento...

Acabem com o tormento

que é te ter como cruz...

 

...Apaguem a luz.....

 

....Desliguem meu pensamento....

 

Ténue luz nocturna

como ténue é minha vida,

por entre atalhos perdida,

por entre atalhos encontrada,

nos trilhos da madrugada...

 

...Apaguem a luz.....

 

.......Desliguem meu pensamento....

 

..............Acabem com o tormento.............

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:33

Será sempre "ATÉ UM DIA..."

Quarta-feira, 24.03.10

 

 

 A despedida tem sempre seu quê de tristeza, de amargura, de dor...

A despedida, quando esta se torna eterna, acaba por ser um pouco de nós que também nos é retirado...

Lembro já ter passado pela perda de familiares próximos (avós, tios), e sei o quanto custa. Por várias vezes também já soube o que é perder pessoas Amigas e apercebo-me que este ritual se está a tornar cada vez mais assíduo..

 

Caminhamos para um fim (todos nós teremos um fim), e só falta saber mesmo a data em que se vai dar o desenlace...

Se queremos viver para sempre? Se não queríamos sofrer nem ver sofrer? Tudo isto tem respostas, e entre nós, nem todas seríam coincidentes.

 

              NB: Por não ter as condições mínimas para poder vir até aqui, estive algum tempo sem vos visitar/comentar,  e também porque estávamos à espera de um desfecho que já aconteceu...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:47

E na Tempestade se Faz Luz...

Sábado, 27.02.10

 

 

 

http://paulabertho.files.wordpress.com/2009/08/sorriso1.jpg

 

 

Se sou Feliz? Meu coração diz que sim,

meus olhos, meu corpo dizem "n`im"...

Mas aqui, junto de vós, sei que estou bem,

e tudo em mim parece renascer,

como se vos lendo, a dor ouse se esconder.

 

Não, não estive ausente (como poderia estar?),

mas o corpo de dorido se recusava , me humilhava...

Fisioterapia, mãos sábias, meigas de quem sabe,

têm feito milagres (nem que seja breve a  ilusão),

e dia a dia sinto melhorar, para vos ler de coração...

 

(nb: obrigada a todos pelo carinho e preocupação)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 11:26

A dor e o silêncio

Segunda-feira, 15.02.10

 

 

 

Não adianta tentar nem mais uma vez,

não adianta forçar, lutar contra a maré..

Sombras frias, gélidas, agressoras,

de espada em riste, lâminas afiadas,

trespassam-me a alma, o corpo,

em mil pedaços me retalham,

em lagos de sangue, jorra meu ser...

 

De dor é feito meu tempo, meu silêncio,

na dor encontro a escuridão e o vazio,

contrastando com momentos de cor,

da algazarra, dos risos de crianças...

Na dor, o silêncio é ouro, bênção.

é estar presente, mas em tudo ausente.

é um implorar dias diferentes...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 15:53

Sinais com Dor...

Quarta-feira, 03.02.10

 

 

http://arquivos.tribunadonorte.com.br/fotos/28721.jpg

 

Os dias vão passando tristes e lentos,

sem sabor, sem reboliço,

sem chama que nos faça vibrar...

É a dor que chega sem avisar,

é um não dormir na noite fria,

é o corpo a reclamar da demasia...

Olho para o espelho e reclamo...

Porquê este inferno,

esta dor surda e muda,

se meu tempo, tem pouco tempo,

mas parece já ser Inverno?

Não, não, meus dias são Verão,

ainda vou no meio da estação...

Por favor livrem-me da agonia,

do sentir da agulha fina e comprida,

do liquido que sinto me violar,

da licença para não trabalhar...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:53

Este Meu País...

Terça-feira, 01.12.09

 

 http://www.zonu.com/maps/portugal_mapas/Mapa_Foto_Imagen_Satelite_Portugal.jpg

 

Tenho um País só meu, só meu

onde brinco e corro, onde me escondo...

É um país de brincar, de papel...

Os soldadinhos de chumbo, aqui e ali,

riem para mim, gostam de brincar...

As casinhas, os animais,

todos têm seu lugar no meu país...

Neste meu país tudo é feliz,

e até o sol, bem amarelinho no papel,

quis dar ar de sua graça.

O mar, sim o mar, não podia esquecer,

também no meu país vem bater.

E eu olho mais uma vez para o papel,

este rectângulo que imaginei,

esta gente que inventei,

esta alegria que não é real...

Olho à minha volta

e o que vejo é bem diferente,

o meu País é um mar de sofrimento,

é um povo sem vida, cinzento,

é um poço de injustiças,

é um caminhar lento para o abismo,

é um morrer de pé, devagarinho...

Este meu País é bem pobrezinho,

e há-de morrer sozinho...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:40

Amnésia

Sexta-feira, 06.11.09

 

 http://yoandrade.files.wordpress.com/2009/01/solidao4.jpg

 

O coração bate, compassadamente,

como se a vida não passasse,

como se na memória dos achados e perdidos,

não houvesse amnésia dos sentidos...

 

E é este não lembrar das coisas,

das pessoas, dos momentos,

que nos trai os pensamentos

tal a amnésia dos sentimentos...

 

e os olhos riem o que a boca não fala,

o corpo se entrega, desalmadamente,

o coração não reage, não sente,

vibram os corpos sem amnésia do prazer, do presente...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Alexandrino Sousa às 19:10

Apenas um recado....

Segunda-feira, 22.06.09

 

https://1.bp.blogspot.com/_qpEXFBjLpYM/SEVdNi5PbqI/AAAAAAAAAIQ/K5vp0T9UOsE/s320/carta+de+amor.jpg

 

 

(ficção)

 

Mandaste-me um recado

pretensa carta de amor

li tudo ao pormenor

li, reli, sei de cor,

dizes que tudo está acabado

 

E as lágrimas ao cair

deixam marcas no rosto

e tal é o desgosto

como o fim do dia no sol posto

que sinto as forças fugir

 

Mandaste-me um recado

e eu vou responder

assim que me erguer

assim que meu coração quiser

que entre nós tudo é passado....

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:00

Tua Imagem em Mim

Quarta-feira, 17.06.09

    298A.jpg 298A image by thiago0105

 http://media.photobucket.com/image/tua%20imagem%20no%20espelho/thiago0105/298A.jpg

 

 

(ficção)

 

Olha para mim... sem sorrir...

Quero fixar teu rosto no meu.

E um dia se resolveres partir,

não deixes recado teu,

nem precisas dizer adeus,

tua imagem está comigo...

 

E sempre que me olhe ao espelho,

é teu rosto que eu vejo,

é teu rosto que eu acaricio,

e quem sabe, te roube um beijo,

sendo um beijo figurativo,

mas tua imagem está comigo...

 

Ah este amor que me consome,

que me definha a todo o momento,

e não vejo vivalma que me tome,

que me altere o pensamento...

Oh deusas do sonho, do amor,

chega...já tenho minha dose...de dor...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:38