Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


na janela...

Sábado, 18.03.17

na janela.png

 

  

a noite chega, devagarinho,

quase sem darmos por ela,

apenas o céu e o infinito,

as estrelas e a lua,

e o pensamento que se perde

no parapeito da janela virada para a rua...

queima-se mais um cigarro,

inventam-se "argolas" no fumo

lançadas no espaço... sem rumo.

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 23:06

conversas na noite....

Quinta-feira, 17.11.16

lua.png

de lua luminosa, grande,

são as noites que abraço da minha janela,

tão demorados, quase eternos

os momentos que falo com ela,

antes que o tempo se vá arrepender...

se eu pudesse,

se mandasse no tempo,

cada noite seria um evento

só para te ver assim, luminosa e carente,

mas sou apenas um vagabundo como tu,

espreitando e sonhando,

e assim,  sonhando mente

ao coração que pula e sente...

chega o amanhecer,

um raio de luz, um querer mais que querer,

um barco na crista da onda,

para me levar, sem ordem de voltar,

até onde o sonho quiser...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 20:10

na noite...

Sábado, 22.10.16

 

 

chuva na noite.jpg

 

não sei onde nasce a noite

nem o vento

nem a chuva que forte cai

mas deve vir de outro mundo

sem gente,

sem céu, sem lua.

 

a noite que parou na minha rua,

mete medo

às gentes, aos animais

que ninguém vê

porque se esconderam, em segredo...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 23:05

na noite...

Quinta-feira, 15.01.15

 

http://prosasdeoutono.blogspot.pt/2015/01/na-noite.html

 

estás só na noite, ouvindo o vento,

a chuva que forte bate na vidraça...

abres um livro, onde lês cada linha do desassossego

como se fosse o ar que respiras,

mesmo sabendo que são iras do medo.

os cigarros queimam-se a cada pensamento,

e a bebida à muito que secou...

sim, estás só na noite e no tempo,

e este conspira contra ti, segreda-me o vento...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:40

outros aromas...

Segunda-feira, 29.09.14

 

 

porta entreaberta,

silêncio na noite

e o brilho das estrelas...

pinto a aguarela

de negro e azul

que só os pássaros vão entender.

cansado,

reclino-me num sofá inventado

e tento adormecer...

 

estrelas, velai por mim,

não vá o mar me levar

e me deixe naufragar,

por entre os aromas de algum jardim...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:55

outros jogos...

Terça-feira, 12.08.14

 

 

 

 

a cada manhã, chamavam pelo dia,

afastando a noite, as trevas,

chamavam pelos bichos do monte,

pela liberdade das aves.

 

na fantasia do momento,

esqueciam-se do lugar, do tempo,

do sol que os cobria em tons dourados

como se predestinados, abençoados...

 

tão loucos, tão sem memória...

perdidos nos jogos de sedução,

não viram chegar a lua, a noite,

e se perderam algures, na escuridão...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:07

dia de sol...

Sexta-feira, 07.03.14

 

 

 

fez sol, muito sol na minha rua,

mas não vi crianças brincando

nem pessoas de passo apressado...

apesar do sol na minha rua,

já ninguém mora aqui,

ou se moram, talvez nem gostem do sol

e preferem ver à noite a lua...

mas as crianças, a correria das crianças,

trazem-me à memória lembranças

do menino que na rua corria,

e era feliz à noite... quando adormecia...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:40

na noite....

Quarta-feira, 26.02.14

 

 

 

a noite é minha companhia,

tão só, mas vigilante, eterna timoneira

de meus passos errantes...

mas a cada raiar do dia,

solta-se de meus braços,

não vá alguém estar de vigia

e dizer ao mundo que somos amantes...

 

e voa, desaparece no clarear

de mais um amanhecer, para logo voltar...

noite, somos tão felizes assim...

tu, sombreando a luz da vida...

eu, entre tua sombra e causa perdida...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:16

boa noite...

Sexta-feira, 14.02.14

 

 

 

eram de longe as pétalas das rosas

que a brisa suavemente me entregava.

perfumadas, aveludadas,

cada qual tinha sua cor

e cada uma seu recado de amor.

 

eram de longe os beijos da manhã,

o acordar de leve como o deslizar do rio

tocando solenemente nosso corpo,

e cada beijo, uma melodia,

uma história, um hino à alegria.

 

eram de longe os feiticeiros,

os artífices do medo e da penúria

que padecem pelos desencontros no tempo,

e o tempo, a sua capacidade de renovação,

tudo altera, até o que não mais tem solução...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:22

"dorme bem"

Quarta-feira, 12.02.14

 

 

sem vacilar, em breve escrita,

saem das mãos o adeus, 

o silêncio em forma de palavras...

"dorme bem"...

 

como se do desejo em forma de ritual,

os sonhos e os pesadelos evaporassem

e deixassem o corpo levitar,

tal e qual uma pena de ave no ar...

 

a custo, relê a mensagem... "dorme bem"

aperta-se o coração, os lábios,

pelo mundo que ficou lá fora...

acorda manhã... chegou minha hora...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 18:52